Linha de apoio para que possa obter esclarecimentos sobre a forma de promover o sucesso escolar, as relações interpessoais, os comportamentos saudáveis e o bem-estar das crianças.

Envie a sua questão
PESQUISAR
 
TEMAS

"não!"

2 anos

acordar a meio da noite

actividades

adolescência

agressividade

almoçar na escola

anjinho

ansiedade

assertividade

autonomia

avós

birras

boçar

bondoso

brinca

brinquedos

bruxas

calendário

cansaço

castigos

causa

ciume

comida

competencias; criança; adaptada

comportamento

comportamento alimentar

compromisso

comunicação

contrariedades

crianças hiperactivas - parte 1/3

crianças hiperactivas - parte 2/3

crianças hiperactivas - parte 3/3

criatividade

cultura

delegação; competências; reforço; positi

depressão

desafiar os pais

desenvolvimento

diagnóstico

dificuldades cognitivas

dificuldades de aprendizagem

dinamica familiar

disciplina

dislexia

divorcio

divórcio

doenças

dores de cabeça

dormir

educação

emoção

ensino

escola

esfincter anal

estratégias

falar durante a noite

familia

fraldas

frustração

grelha; acompanhamento; relação

hiperactividade

horários

individuação

infantário

influencias

irmaos

irmãos

irmãos; relação; equipa; partilha

irritações

isolamento

limites

medos

modelos de educação

negociação

negociar

negociar com emoção

obesidade infantil

pais

palmadas

pensamento simbolico

permissividade

privacidade

quarto dos pais

refeições

regras

relação pais-filhos

respostas

separação

separação de pais

sexualidade

sono

sonolencia

sopa

tempo; pais; angustia; dedicação

tolerância

tv

vómito

xi-xi

todas as tags

ARTIGOS
Educação
ARQUIVOS

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009
"Um menino que tem 5/6 anos lhe deu pontapés e puxou orelhas"
Citando:
Boa noite!
O meu filho tem 3 anos e entrou este ano para o Jardim Infância, acontece de que nas 3 primeiras semanas integrou-se muito bem, nunca lá ficou a chorar. Passadas essas 3 semanas começou a ter dificuldades em lá querer ficar, agarrando-se á avó e ficando lá a choramingar. No final Novembro meu marido esteve 2 semanas férias e ia lá pô-lo ele ficava bem e sem chorar. Depois dessas semanas e até ao Natal voltou a fazer várias birras para não ficar lá onde as 2 últimas deixaram-no de tal maneira nervoso que teve até pesadelos de noite!
Tentei "puxar" para que ele me contasse se aconteceu alguma coisa (pois ele não me conta nada do que lá se passa) e lá consegui que me disse-se que um menino que tem 5/6 anos lhe deu pontapés e puxou orelhas (não sei se foi verdade ou não). A turma dele engloba as idades de 3, 4, 5 anos e até alguns meninos quase a fazer 6 anos.
 
Acontece de que agora nem lhe posso falar na escola que diz logo que não e começa a chorar! A minha pergunta é: será que se ele estivesse apenas com meninos da idade dele, ele se iria adaptar melhor? Ou devo aguardar que ele faça os 4 anos e já será uma idade diferente e com mais maturidade para ele se adaptar?
É que desde que ele começou a ficar na escola a chorar que mudou completamente de comportamento em relação a terceiros (adultos e crianças), pois sempre foi uma criança muito comunicativa: deixou de cumprimentar e falar com adultos e familiares que ele conhece bem, deixou de querer no jardim brincar com crianças e afastasse delas e diz que tem medo, passou a em certos assuntos estar preocupado e ansioso (de na escola lhe insistirem para que ele coma o lanche, de o mudarem de sala para outras brincadeiras, etc).
 
Eu também tenho consciência que ele por ex. em alguns brinquedos e/ou actividades demora muito mais tempo a adaptar-se do que noutros e, que também é um pouco teimoso, cheguei inclusivé a dizer isto á educadora e a resposta foi: ele só está habituado a conviver com adultos!!
O que é mentira porque desde pequeno que o levo ao parque para estar com outros meninos e além disso estou a colocá-lo na escola exactamente para que também conviva com mais crianças e tenha outro tipo de aprendizagem.
 
Gostava que me dessem uma ajuda pois, neste momento já não sei qual é a melhor maneira para eu o ajudar, ou se devo mudar de comportamento com ele, forçando mais para que ele se adapte á escola..... mas amo-o muito e não o queria magoar, porque noto que ele é sensível!!
 
Obrigado,
 
Bom dia,
 
Como é esperado gosta muito do seu filho e por esse facto tem necessidade de o ver feliz, ainda bem que assim é, demonstra que se esforça para desempenhar o seu papel de Mãe.
 
As adaptações a todas as novidades podem ser de duração e intensidade diferentes mas se for possível devemos ser facilitadores dessa mudança.
 
Tal como diz se as idades das crianças fossem mais aproximada a convivência seria mais fácil por terem comportamentos e necessidades mais próximas.
 
Seria interessante tentar perceber o que acontece quando é o Pai que vai levar o seu filho à escola, aparentemente ele encontrou uma forma de o fazer sem sofrimento.
 
Muitas vezes os adultos transferem as suas ansiedades para as crianças e estas reagem de acordo com o estimulo que lhes está a ser enviado, é importante que os pais acompanhem a integração das suas crianças nas escolas, sendo o seu papel mais contentor e nunca potenciador de inseguranças e ansiedades.
 
Tenha uma postura positiva, procure uma relação de parceria com as educadoras, não criticando, é mais importante procurar soluções que possam ser aplicadas por todos.
 
Em relação à alimentação pode negociar, se levar lancheira envolva o seu filho na organização da mesma, se ele participar vai ficar mais calmo porque sabe o que está lá dentro e não vai ter surpresas.
 
Se a alimentação for da escola tente ter a lista planeada em casa, para poderem todos os dias ir ver qual vai ser o almoço.
 
 Quando sair da escola deixe claro que vai sair despeça-se e garanta-lhe que vai pensar nele e que o virá buscar cheia de saudades, mas sem angústias.

Cumprimentos,

A Equipa Let?s Grow


Publicado por consultoriodeeducacao às 22:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos


Marque a sua consulta







Morada:
Av. António Augusto de Aguiar, 38 R/c Esq.
1050-016 Lisboa
Telefones: 93 933 55 88 / 91 659 88 38
email: info@letsgrow.pt
www.letsgrow.pt
http://consultoriodeeducacao.blogs.sapo.pt/

O QUE É … A LET’S GROW?

A Let’s Grow é um projecto português que nasceu em 2006 da necessidade sentida pelos Psicólogos Miguel Botelho de Barros (área Clínica) e Rui Nunes da Silva (área Social e das Organizações) de criar um programa de consultoria para a infância. Deste modo, a Let’s Grow integra na sua formação duas áreas distintas mas complementares que, ao cruzarem informação, permitiram melhorar significativamente a compreensão e a resposta face às lacunas sentidas nos projectos próprios da infância relativamente às competências sociais e emocionais.

A Let’s Grow é um conceito inovador e muito prático, que adapta as últimas descobertas da Psicologia Social e do Desenvolvimento Infantil às novas necessidades do séc. XXI. Através da aplicação de uma metodologia eficaz e rápida, È possível as crianças experimentarem e interiorizarem as ferramentas que promovem um desenvolvimento mais completo.

A nossa Missão

A missão da Let’s Grow é ser a Parceira das Crianças, suas Famílias e Escolas, de modo a que todos consigam gerir de forma eficaz os processos de crescimento e de mudanças, através do desenvolvimento e optimização das suas competências emocionais e sociais.
blogs SAPO
RSS