Linha de apoio para que possa obter esclarecimentos sobre a forma de promover o sucesso escolar, as relações interpessoais, os comportamentos saudáveis e o bem-estar das crianças.

Envie a sua questão
PESQUISAR
 
TEMAS

"não!"

2 anos

acordar a meio da noite

actividades

adolescência

agressividade

almoçar na escola

anjinho

ansiedade

assertividade

autonomia

avós

birras

boçar

bondoso

brinca

brinquedos

bruxas

calendário

cansaço

castigos

causa

ciume

comida

competencias; criança; adaptada

comportamento

comportamento alimentar

compromisso

comunicação

contrariedades

crianças hiperactivas - parte 1/3

crianças hiperactivas - parte 2/3

crianças hiperactivas - parte 3/3

criatividade

cultura

delegação; competências; reforço; positi

depressão

desafiar os pais

desenvolvimento

diagnóstico

dificuldades cognitivas

dificuldades de aprendizagem

dinamica familiar

disciplina

dislexia

divorcio

divórcio

doenças

dores de cabeça

dormir

educação

emoção

ensino

escola

esfincter anal

estratégias

falar durante a noite

familia

fraldas

frustração

grelha; acompanhamento; relação

hiperactividade

horários

individuação

infantário

influencias

irmaos

irmãos

irmãos; relação; equipa; partilha

irritações

isolamento

limites

medos

modelos de educação

negociação

negociar

negociar com emoção

obesidade infantil

pais

palmadas

pensamento simbolico

permissividade

privacidade

quarto dos pais

refeições

regras

relação pais-filhos

respostas

separação

separação de pais

sexualidade

sono

sonolencia

sopa

tempo; pais; angustia; dedicação

tolerância

tv

vómito

xi-xi

todas as tags

ARTIGOS
Educação
ARQUIVOS

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Domingo, 18 de Novembro de 2007
Quer dormir na cama dos pais

 

Boa tarde,
Chamo-me Lara e tenho uma menina com com 3 anos e 8 meses. A minha filha anda de há uns tempos para cá a levantar-se entre as 05.30/6.15 e vai ter ao meu quarto e deita-se entre mim e o meu marido; por vezes adormece, mas por outras não; o que é certo é que entretanto já não consigo dormir(fico na sorna); claro que ao fim de algum tempo, começo a ficar cansada, porque não durmo o que devia. Já pensei se houve alguma alteração na nossa rotina, mas não vejo nada relevante, a não ser a questão de termos levado para nossa casa um gatinho à questão de mês e meio( está dentro de casa). Já tentei explicar-lhe que ela deve dormir até eu a ir chamar; também não lhe quero dizer para ela não ir, pois tenho receio que ela se sinta de parte e pense que não a queremos lá. A hora normal de a deitar é entre as 09.15/09.45, apesar de ela adormecer sempre nunca antes das 10.30; antes ela dormia até às 07.50  +/-. O que poderei fazer, para que ela durma as horinhas que deve dormir e que deixe de ir para a nossa casa constantemente àquelas horas?
Obrigada

 

Obrigada

 

Cara Lara Silva,

 

Muito obrigado pelo seu email. O que a Lara apresenta neste seu texto parecem-nos ser duas questões distintas: por um lado a sua preocupação relativamente à alteração da rotina da sua filha, e como isso está a influenciar a sua vida, e depois a questão relacionada com a dificuldade que está a ter em conseguir dizer algo à sua filha sem a prejudicar. Antes de mais, devemos dizer-lhe que é normal os filhos com essa idade começarem a tentar entrar nos quartos dos pais. Faz parte das curiosidades próprias dessa fase. O que sugerimos à Lara é falar com a sua filha e explicar-lhe que para além de não dever entrar pelo quarto dos pais “a dentro”, também devem tentar perceber o que se passa para que isso esteja a acontecer. Pode-se tratar dum medo ou outro tipo de ansiedade que a sua filha esteja a sentir e que esteja à procura de protecção. Por outro lado, não nos parece que a sua filha se irá sentir posta de lado não dormindo com os pais. Repare é que o seu receio em lhe dizer algo faz com que interfira no seu conforto do dia-a-dia. Fale com a sua filha, procure que ela responda sobre o que se está a passar e clarifique os espaços de cada um na sua família. O dormir não deve ser argumento regulador das boas ou más relações familiares, mas sim um pormenor. Vai ver que tudo se tornará mais fácil esclarecendo as situações. Esperamos ter conseguido ajudar.

A equipa da Let’s Grow



Publicado por consultoriodeeducacao às 21:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Comentários:
De fatima pinheiro a 27 de Agosto de 2008 às 10:59
tem um filho de 10 anos e já dormiu sozinho dos 4 aos 5 anos. Depois começou a fase do medo: do escuro, do monstros e agora dos ladrões que entre pela porta. já falei com o pediatra mas ele não achou grave a situação. Já tentamos muita coisa, falar com ele , adormecer-lho lendo uma historia como sempre fiz desde de pequenino, ficar um pouco com ele na cama e ir embora ao meio da noite, incentiva-lo com uma recompensa. ele dorme com a irmã de 8 amos no mesmo quarto em beliche . mas acaba por dormir comigo e o pai na cama dele. Ele sente seguro connosco e nota-se a aflição dele se o obrigo a dormir sozinho entre em ansiedade.
Queria uma resposta porque o meu marido diz que é normal ele também dormiu até aos 12 anos com a mãe mas õ pai dele faleceu quando tinha 7 anos.
queria ajudar o meu filho como deve proceder? Isso é normal?


De lidianne a 2 de Agosto de 2012 às 02:51
Meu filho também tem 10 anos e não sai do meu quarto de jeito nenhum,ele é grande e eu e meu marido temos que nos revezar na cama,não cabe os três,já pensei em comprar uma cama maior mais não cabe no meu quarto,não sei mais o que fazer.


De gilmara a 24 de Outubro de 2008 às 09:16
Tenho um filho de 2 anos, ele sempre dormiu no seu quarto, todas as 19:00ele ia dormir sem problema.
Mas, ja fazem 2 semanas que ele nao quer mais entrar no quarto dele, nao dorme mais.. so quer dormir comigo no meu quarto
Deixei ele no quarto para experimentar se ele dormia...ele chorou muito e chegou ao vomito...eu nao sei que fazer mais.

obrigada.


De Juliana a 21 de Novembro de 2008 às 22:50
Meu filho tem 2 anos e meio e toda noite tem que dormir comigo na minha cama, e não deixa o pai dele deitar junto. Depois que ele dormir já se passara 1hora +ou-, eu levo ele para a cama dele e o meu marido volta para a nossa, mas de madrugada ele acorda vem para o nosso quarto tira o pai dele da cama e volta a dormir comigo. Toda noite é essa rotina. O que faço?


De claudia a 18 de Junho de 2009 às 14:09
tenho uma filha de 2 anos e dez meses , estou morando com ela em outro pais e com meu novo marido ,ela tbm tem acordado durante a noite,e me chama pra ficar com ela,sei que tem sido dificil todas as mudancas na vida dela incluisive por eu estar morando com um homem,agora e antes eramos apenas eu eela desde que nasceu,gostaria de saber oque posso fazer pois ela anda muito teimosa e manhosa,sera que podem me ajudar...obrigada


De cristhiany magalhaes a 10 de Junho de 2013 às 19:10
tenho uma filha de 2 anos e 8 meses, consegui tirar ela do meu quarto colocando um colchao ao lado da sua cama, assim ela dormia segurando minha mao e logo apos voltava para meu quarto. Mais com o tempo ela começou chorar no meio da noite quando nao me via a seu lado e esta com uma mania de dormir segurando minha mao. Agora estou tentando tirar a mania de ficar segurando a mao. Ja tirei o colchao do quarto e fico sentada em uma cadeira, mais parece que ta ficando mais dificil. Ela agora ta aparecendo no meu quarto e esta com aquela sensaçao de perda. Parece que esta insegura. O que faço.


Comentar post


Marque a sua consulta







Morada:
Av. António Augusto de Aguiar, 38 R/c Esq.
1050-016 Lisboa
Telefones: 93 933 55 88 / 91 659 88 38
email: info@letsgrow.pt
www.letsgrow.pt
http://consultoriodeeducacao.blogs.sapo.pt/

O QUE É … A LET’S GROW?

A Let’s Grow é um projecto português que nasceu em 2006 da necessidade sentida pelos Psicólogos Miguel Botelho de Barros (área Clínica) e Rui Nunes da Silva (área Social e das Organizações) de criar um programa de consultoria para a infância. Deste modo, a Let’s Grow integra na sua formação duas áreas distintas mas complementares que, ao cruzarem informação, permitiram melhorar significativamente a compreensão e a resposta face às lacunas sentidas nos projectos próprios da infância relativamente às competências sociais e emocionais.

A Let’s Grow é um conceito inovador e muito prático, que adapta as últimas descobertas da Psicologia Social e do Desenvolvimento Infantil às novas necessidades do séc. XXI. Através da aplicação de uma metodologia eficaz e rápida, È possível as crianças experimentarem e interiorizarem as ferramentas que promovem um desenvolvimento mais completo.

A nossa Missão

A missão da Let’s Grow é ser a Parceira das Crianças, suas Famílias e Escolas, de modo a que todos consigam gerir de forma eficaz os processos de crescimento e de mudanças, através do desenvolvimento e optimização das suas competências emocionais e sociais.
blogs SAPO
RSS